G-CJQGJV70LK
CANAL MARCOS DUARTE

Novas variantes da Covid-19 vão continuar surgindo?

Por Marcos Duarte em 12/11/2021 às 17:18:01

A pandemia da Covid-19 se mostrou ainda mais forte com as chegadas das variantes, algumas delas capazes de tirar parte da imunidade das vacinas ou infectar alguém que já teve a doença. Mas será que novas variantes vão continuar surgindo?

Segundo o Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC), sim, pelo menos enquanto o vírus continuar infectando e circulando. Mas isso não significa que essas novas variantes são mais perigosas do que as outras versões.

Como boa parte do mundo ainda não está vacinada contra a Covid-19, as autoridades acreditam que o vírus vai continuar se replicando e novas variantes vão surgir. Nesse processo, o SARS-Cov-2 sofre mutações com a intenção de sobreviver.

Leia também!

Variantes da Covid-19

Mas essas mudanças não devem ocorrer com a mesma frequência como no ano passado. Dr. Adam Lauring, especialista em vírus e doenças infecciosas da Universidade de Michigan, explicou para a AP que a variante Delta é duas vezes mais infecciosa do que a versão padrão da doença, mas dificilmente ela vai dobrar sua taxa de transmissão novamente, apesar de ainda poder sofrer mutações.

“Vimos um estágio de rápida evolução para o vírus. Ela está colhendo os frutos mais fáceis, mas não há um número infinito de coisas que ela pode fazer ”, diz Lauring. A explicação é de que um vírus mais mortal vai tornar as pessoas mais doentes e isso vai dificultar a propagação da doença, já que pessoas de cama tendem a circular menos. Por conta disso, é improvável uma mutação desse tipo.

No entanto, as mutações podem fazer esse vírus se tornar mais resistente às vacinas. “O vírus pode assumir uma mutação que torna a resposta imunológica menos eficaz”, completa o especialista. Por conta disso, as vacinas devem ser atualizadas periodicamente, como acontece com as atuais usadas contra a gripe.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

Fonte: Olhar Digital

Comunicar erro
LEIS UNIVEM
CANAL YOUTUBE
LEIS UNIVEM

Comentários

LEIS UNIVEM