G-CJQGJV70LK
CANAL MARCOS DUARTE

Podemos, de Moro, quer rachar Centrão e sonda Republicanos sobre apoio para 2022

Por Marcos Duarte em 22/11/2021 às 09:36:23
Marcos Pereira, presidente do Republicanos, não só deu sinal verde como afirma a interlocutores, de forma reservada, que, entre Lula e Moro, a “tendência do partido” seria caminhar com o ex-ministro. O ex juiz Sergio Moro nesta quarta-feira, 10 de novembro durante cerimônia de filiação no Podemos

AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO

O Podemos, comandado por Renata Abreu, já busca partidos do Centrão que topem conversar com o ex-ministro Sergio Moro, de olho em sua candidatura à presidência da República em 2022.

Segundo o blog apurou, o Podemos já sondou Marcos Pereira, presidente do Republicanos, sobre se ele sentaria para conversar com Moro.

Pereira não só deu sinal verde como afirma a interlocutores, de forma reservada, que, entre Lula e Moro, a “tendência do partido” seria caminhar com o ex-ministro.

Leia também:

Para aprovar PEC dos Precatórios, governo dá aval ao Senado para transformar Auxílio Brasil em programa permanente

Moro, que foi algoz de partidos do Centrão quando comandou a Lava Jato, mudou o discurso: agora, diz que existem “boas pessoas” no bloco, que tem fama de ter práticas fisiológicas.

Hoje, os principais partidos do Centrão são PP, PL e Republicanos. O PP, principal partido do governo Bolsonaro, foi o mais atingido pelas investigações da Lava Jato. Junto ao PL, o partido já disse que vai apoiar Bolsonaro e deve indicar a vice do presidente na chapa à reeleição. O PL, por sua vez, aguarda a filiação do presidente.

Por isso, a ideia do Podemos é rachar a trinca de apoio a Bolsonaro e tentar um acordo com o Republicanos.

Nos bastidores, líderes do Centrão - de PP a Republicanos - repetem que gostam do ex-presidente Lula, mas temem a volta do PT e “seu entorno” ao poder. No entanto, se Lula vencer a eleição, PP e PL, apesar de não admitir oficialmente, não teriam problemas em apoiar o ex-presidente.

No caso do Republicanos, Moro tenta entrada junto à bancada evangélica, predominante na legenda. Hoje, a bancada é base de apoio a Bolsonaro.

De olho nessa aliança, integrantes do Podemos têm acenado com a pauta de costumes ao Republicanos.

Fonte: G1

Comunicar erro
LEIS UNIVEM
CANAL YOUTUBE
LEIS UNIVEM

Comentários

LEIS UNIVEM