G-CJQGJV70LK
CANAL MARCOS DUARTE

Zé Carlos se despede do Brusque com carta: "Foi linda essa história"

Por Marcos Duarte em 01/12/2021 às 08:05:55
Com três títulos e dois acessos nacionais, goleiro de 36 anos deixa o Quadricolor Três anos, três títulos, dois acessos no Campeonato Brasileiro. A história de Zé Carlos com o Brusque teve um ponto final. O contrato do experiente goleiro de 36 anos chegou ao fim, mas a história do atleta está escrita no clube Quadricolor e com muitos motivos para comemorar.

+ Leia mais notícias do Brusque

A rodada final da Série B, no último domingo, foi a despedida do atleta. O empate em 2 a 2 contra o Goiás fechou uma passagem de conquistas. O clube divulgou um vídeo onde Zé Carlos deixa uma mensagem aos torcedores.

– Assim como carreguei a faixa de capitão, carreguei no peito cada torcedor que fez este momento especial. Olhando para trás, três anos depois de chegar aqui, vejo como foi linda essa história, as lágrimas agora são de felicidade. Ver esse clube crescendo e saber que fiz parte de tudo isso. Só me faz ter razão quando fiz aquela escolha para estar aqui e pude viver esse momento inesquecível. Intensamente – disse o goleiro.

Capitão, Zé Carlos deixa o clube com título da Série D

Lucas Gabriel Cardoso/Brusque FC

Foram 81 partidas com a camisa do Bruscão. Na caminhada, além de boas defesas, fez o gol que deu o título da Série D ao clube, na disputa por pênaltis contra o Manaus.

– Muitos duvidando do nosso sucesso, bola na marca do pênalti, 45 mil pessoas torcendo para o meu fracasso e, diante daquele cenário adverso, a responsabilidade de fazer o gol que ficaria eternizado na história do clube. Um título nacional. Até hoje a ficha não caiu.

Confira abaixo a mensagem completa do goleiro:

"Chegou o momento de dizer adeus. Eu entro neste lugar e me passa um filme na cabeça de tudo que vivi por aqui. Me enche de orgulho lembrar que as lágrimas da derrota foram combustíveis para as nossas vitórias. Foram três anos de muito trabalho e dedicação. lembranças que jamais se apagarão da minha vida. Lembro como se fosse hoje, o ano era 2018,. Chegava em Brusque com muitas dúvidas e incertezas sobre o que o futuro reservava para a minha carreira. Como sempre fui um cara de muita fé, sentia algo que me dizia que aqui eu seria muito feliz, aqui seria especial. E foi. Foram incansáveis 1095 dias para traçar esse caminho de glórias. olhando para trás vejo como estava certo quanto escolhi vestir essa camisa. Sempre lembro do momento fora de casa. Muitos duvidando do nosso sucesso. Bola na marca do pênalti. 45 mil pessoas torcendo para o meu fracasso e diante daquele cenário adverso a responsabilidade de fazer o gol que ficaria eternizado na história do clube. Um título nacional. Até hoje a ficha não caiu. Chegando na cidade, pude sentir de perto o orgulho de todo torcedor. Aquele sorriso tímido deu espaço a euforia coletiva de uma conquista inédita. O sofrimento de outros anos deu lugar a uma alegria contagiante, quase infinita. Assim como carreguei a faixa de capitão, carreguei no peito cada torcedor que fez este momento especial. Olhando para trás, três anos depois de chegar aqui, vejo como foi linda essa história e as lágrimas agora são de felicidade. ver esse clube crescendo e saber que fiz parte de tudo isso. Só me faz ter razão de quando fiz aquela escolha para estar aqui e pude viver esse momento inesquecível. Intensamente. Três anos, cinco finais, três títulos, muitos amigos e um carinho sem tamanho por toda essa cidade que me acolheu como um ente da sua família e acreditou em mim. Isso pode ser um até breve ou quem sabe um adeus, mas um pedaço de mim fica aqui. Não tem como não ficar. Obrigado por tudo."

Confira mais notícias em ge.globo/sc

Fonte: Globo Esporte

Comunicar erro
LEIS UNIVEM
CANAL YOUTUBE
LEIS UNIVEM

Comentários

LEIS UNIVEM