G-CJQGJV70LK
CANAL MARCOS DUARTE

Google Cloud anuncia expansão para bater de frente com Azure e AWS

Por Marcos Duarte em 04/12/2021 às 08:40:51

O Google anunciou uma série de novidades para o Google Cloud, seu serviço de armazenamento em nuvem, dentro dos Estados Unidos e ao redor do mundo. Entre as novidades, está a expansão das nuvens para novas zonas, as cidades de Columbus, Ohio e Dallas, todas elas no estado americano do Texas.

O Google também anunciou que sua nova região de nuvem em Israel estará localizada perto de Tel Aviv, uma das principais cidades do país. A empresa também anunciou que expandirá sua nuvem corporativa na América do Sul, Ásia e Oriente Médio.

Nuvem de Tel Aviv

A nova região de Tel Aviv deve ajudar no crescimento de startups da região, além de aumentar as regiões abertas em Varsóvia, na Polônia, Nova Delhi, na Índia, Melbourne, na Austrália e Toronto, no Canadá. O Google Cloud também deve inaugurar uma nuvem de última geração na Alemanha.

Regiões Google Cloud
Google Cloud conta atualmente com 28 regiões de nuvem e 85 zonas. Crédito: Google/Divulgação

O projeto é uma parceria entre o Google e a operadora de telefonia móvel T-Systems, a empresa pretende gastar 100 milhões de euros por ano, pelos próximos dez anos, em infraestrutura de nuvem. O Google também está construindo um data center em Berlim e expandindo sua região de nuvem de Frankfurt.

Arábia Saudita e Chile

No Oriente Médio, o Google anunciou que sua nova região de nuvem será Damman, na Arábia Saudita, para isso, a empresa está contratando pessoal para seu escritório em Riyad para dar suporte à implantação e operação da nova região de nuvem.

Na América do Sul, o Google anunciou que a nuvem da região de Santiago, no Chile, já está disponível, o que aproxima o serviço em nuvem dos usuários finais e de seus clientes, que incluem grandes empresas como Caja Los Andes, Red Salud e Latam Airlines.

Leia mais:

Por que expandir?

A expansão se dá para que o Google Cloud alcance posições melhores dentro do segmento de armazenamento em nuvem. Hoje, o serviço é apenas o terceiro mais usado dentro deste mercado, atrás do Web Services, da Amazon (AWS) e do Azure, da Microsoft.

Com a expansão, o Google Cloud agora consiste em 28 regiões de nuvem e 85 zonas, para efeito de comparação, em abril deste ano, o serviço contava com 25 regiões e 76 zonas. Atualmente, o Google Cloud ainda dá prejuízo à Alphabet, mesmo gerando uma receita de US$ 16 bilhões por ano.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

Fonte: Olhar Digital

Comunicar erro
LEIS UNIVEM
CANAL YOUTUBE
LEIS UNIVEM

Comentários

LEIS UNIVEM