G-CJQGJV70LK
CANAL MARCOS DUARTE

Vênus terá grandes transformações em 2022 (e já começa neste mês)

Por Marcos Duarte em 01/01/2022 às 10:05:14

Primeiro dia de 2022. A maioria das pessoas passa a noite de Réveillon com esperanças de que o novo ano será diferente, cheio de oportunidades, novas experiências e acontecimentos marcantes, não é mesmo?  Para Vênus, isso tudo já começa a acontecer neste mês.

Segundo pesquisadores do Planetário Fiske, da Universidade do Colorado, o planeta passará por uma transformação que só acontece uma vez a cada 584 dias. E trata-se de uma verdadeira revolução: ao longo do caminho, ele afundará, aumentará e parecerá desaparecer inteiramente do céu durante o mês de janeiro – uma jornada que será visível de quase todos os lugares da Terra.

Visão mais brilhante no céu depois da Lua, Vênus terá um 2022 bem agitado. Imagem: Andrei Baskevich – Shutterstock

Tudo isso caracteriza uma fase chamada conjunção inferior, um período de tempo em que Vênus se moverá entre o Sol e a Terra, de acordo com a Nasa. No próximo sábado (8), segundo o Fiske, o planeta estará em uma linha direta entre a Terra e nossa estrela, relatou o Denver Post.

No fim do ano, Vênus passará pela conjunção superior

Até lá, ou seja, nos próximos sete dias, o planeta continuará a afundar em direção ao horizonte e passará pelo perigeu ao mesmo tempo, que é o momento em que ele está mais próximo da Terra. Essa proximidade fará com que Vênus pareça maior e poderá ser facilmente visualizado até por observadores novatos.

Desde a última terça-feira (28), Vênus e Mercúrio estão em seus pontos mais baixos no horizonte oeste-sudoeste. Na próxima quarta-feira (5), será a última noite em que Vênus estará acima do horizonte 30 minutos após o pôr do sol, de acordo com a Nasa.

Leia mais:

“Há um período de oito dias em que ele se perde no brilho do Sol, à medida que passa de no céu noturno para o céu matinal”, disse John Keller, diretor do Planetário Fiske. Segundo Keller, a visão que as pessoas terão de Vênus na noite de segunda-feira (3) será uma; já na manhã de 12 ou 13 de janeiro, ele já estará do outro lado do céu. “E no final de janeiro, será alto e brilhante no céu da manhã”.

De acordo com a Nasa, a previsão é de que Vênus reapareça após seu hiato com o Sol em ou após 11 de janeiro, ficando visível no céu matinal.

Também neste ano, Vênus terá uma conjunção superior, que é quando o planeta parecerá menor, estando em seu lado mais distante da órbita da Terra, por trás do Sol. Sua última conjunção superior ocorreu em 26 de março de 2021 e a próxima ocorrerá em 22 de outubro de 2022, segundo a Organização Earth Sky, uma plataforma norte-americana de informações sobre o céu.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

Fonte: Olhar Digital

Comunicar erro
SPRINT 10K
SPRINT 10K

Comentários

SPRINT 10K