G-CJQGJV70LK
CANAL MARCOS DUARTE

Moraes manda Bolsonaro prestar informações sobre acusação de propaganda eleitoral antecipada

Por Marcos Duarte em 21/01/2022 às 23:00:43
Ministro é o relator, no TSE, de uma representação do PT contra o presidente. Partido afirmou à Corte que Bolsonaro veiculou propaganda eleitoral antecipada em evento no Planalto. O ministro Alexandre de Moraes, do Tribunal Superior Eleitoral, determinou que o presidente Jair Bolsonaro preste informações, em dois dias, sobre uma acusação de propaganda eleitoral antecipada feita pelo PT, por conta de declarações em evento no Palácio do Planalto, no último dia 12.

A cerimônia em questão foi o lançamento de linhas de Crédito para Aquicultura e Pesca. O partido afirmou que, na ocasião, Bolsonaro, "promoveu verdadeira propaganda antecipada em favor de sua reeleição e negativa em relação ao senhor Luiz Inácio Lula da Silva, também pré-candidato à Presidência da República".

Moraes é o relator da representação apresentada ao TSE pelo PT. Segundo a sigla, Bolsonaro fez um discurso em que teria insinuado que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva estaria "loteando Ministérios", e que sua reeleição seria o retorno do "criminoso" à "cena do crime".

Ainda, de acordo com o PT, as declarações foram feitas com o uso da rede de comunicação pública —a TV Brasil, pertencente à EBC, empresa pública.

A legenda quer que Bolsonaro seja condenado ao pagamento de multa no valor máximo de R$ 25 mil.

Além de mandar intimar Bolsonaro a apresentar defesa, o ministro encaminhou o caso à Procuradoria–Geral Eleitoral para parecer.

VÍDEOS: notícias sobre política

Fonte: G1

Comunicar erro
SPRINT 10K
SPRINT 10K

Comentários

SPRINT 10K